Brasília ganha revista cultural dedicada a ajudar morador de rua

November 4, 2015

Um projeto social que já foi implantado em 120 cidades do mundo está sendo lançado nesta quarta-feira (4) em Brasília. A revista Traços vai mostrar a cultura no DF e será vendida por moradores de rua. O lançamento oficial está marcado para as 19h30, na área externa do Museu da República.

 

Cada exemplar da revista vai custar R$ 5,00. Desse total, o morador de rua (intitulado de "Porta-Voz da Cultura") cadastrado no projeto ficará com R$ 4,00 e utilizará R$ 1,00 para comprar uma nova revista.

 

Raimundo Santos Nascimento, 51 anos, vive na rua há 10 anos e é um dos 50 Porta-Vozes da Cultura que irão circular pelas ruas do DF e oferecer as revistas. “Esse vai ser um meio de a gente quebrar a barreira que existe entre os moradores de rua e as outras pessoas. Eu vou falar e eles vão me ouvir”, comemora Raimundo.

 

“Esse vai ser um meio de a gente quebrar a barreira que existe entre os moradores de rua e as outras pessoas"Raimundo Santos Nascimento, morador de rua

 

Ele explica que o tempo dele tem sido gasto com os estudos. Durante as noites, ele cursa o 2º ano do Ensino Médio e também está matriculado nas aulas de espanhol no CIL (Centro Interescolar de Línguas). "Trabalhar com cultura vai ser incrível", comemora Raimundo.

 

Os editores da revista contaram com a ajuda do Centro Pop (Centro Especializado para População em Situação de Rua), que intermediou o contato com as pessoas em situação de rua que são atendidas pelo Centro. “Essa ponte foi essencial para acharmos os vendedores, lá era o lugar que podíamos encontrá-los e, com o tempo, fomos ganhando a confiança deles”, explicou coordenador social da revista, Alexandre Rangel.

 

O editor da revista, André Noblat, explica que foram dez anos de correria para conseguir fazer o projeto acontecer. “Ao longo do tempo até surgiram oportunidades de viabilizar a publicação, mas não o principal, que é o acompanhamento da pessoa em situação de rua”, contou. “Quando fui conhecer outras publicações, percebi que é isso que garante o sucesso da iniciativa”, afirma André, idealizador do projeto.

 

Na primeira edição, a revista traz uma entrevista especial com o músico brasiliense Hamilton de Holanda e terá um espaço para contar a história de pessoas que vivenciam ou vivenciaram a rua. O leitor também vai conhecer a história de Rogério, que há 15 meses superou a situação de rua, além de matérias sobre a cultura de Brasília. A revista é publicada com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do DF, Secretaria de Cultura.

 

*Fato Online

 

 

Tags:

Please reload

Posts Em Destaque

Corregedoria do TJAM facilita conversão de união estável em casamento civil

September 17, 2019

1/10
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square