Novo exame de sangue pode prever câncer de mama com até cinco anos de antecedência

November 11, 2015

 

 

O método, desenvolvido na Dinamarca, tem 80% de precisão — o que já é mais que os 75% da mamografia.

 

Um dos grandes problemas da mamografia é que ela pode deixar casos de câncer de mama passar despercebidos e dar falsos positivos para quem não tem nada. Além disso, ela só é capaz de detectar o problema quando ele já existe. Mesmo sendo um exame importante para a saúde feminina, ela poderá ser substituída, aos poucos, por alternativas mais precisas e modernas. O exame de sangue desenvolvido por cientistas dinamarqueses pode ser uma delas.

 

O teste mede todos os componentes no sangue para construir um "perfil metabólico" do indivíduo, para detectar mudanças no modo como os elementos são processados no corpo. Tudo isso durante o estágio que antecede o câncer. Um dos pesquisadores, Lars Ove Dragsted, explica que "O potencial é que podemos detectar uma doença como o câncer de mama muito mais cedo do que acontece hoje. Isso é importante porque é muito mais fácil tratar se o problema for descoberto cedo. No futuro, provavelmente vai ser possível usar modelos similares para prever outras doenças".

 

Se uma mulher descobrir o câncer no estágio 2, ela tem de 93% a 100% de chances de sobreviver. No estágio 3, 72% e no estágio 4, o número despenca para 22%. Descobrir a doença antes mesmo de ela acontecer é crucial para que muitas mulheres nem cheguem a ter que lidar com tratamentos como a quimioterapia e radioterapia. Como completa o líder do projeto, Rasmus Bro, "O método não é perfeito, mas é incrível que nós possamos prever o câncer de mama com tantos anos de antecedência".

 

O teste dinamarquês, que ainda está em estudo, foi realizado por mais de 20 anos em 57 mil participantes e é uma esperança que aumenta para todos que podem sofrer com a doença.

Agora é esperar para que ele se torne público o mais rápido possível.

 

Anualmente, cerca de um milhão de mulheres em todo o mundo descobre que está com câncer de mama, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, a cada ano são diagnosticados, em média, 31 500 novos casos da doença, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Parte deles, felizmente, ainda em estágio inicial.

 

 

fonte: revista Superinteressante

Please reload

Posts Em Destaque

Corregedoria do TJAM facilita conversão de união estável em casamento civil

September 17, 2019

1/10
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square