Agenda Urbana internacional tem primeiro dia com apresentações da Prefeitura de Manaus e de Nápoles2

22 de junho de 2022

O primeiro dia de programação oficial da Agenda Urbana Sustentável para Centros Históricos, dentro do intercâmbio internacional do Programa Internacional de Cooperação Urbana (Iurc), em Nápoles, na Itália, foi marcado pela apresentação das equipes técnicas do Iurc, da cidade italiana e da Prefeitura de Manaus, representada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), nesta quarta-feira, 22/6.


A agenda é mais uma etapa do programa, agora com intercâmbio presencial e troca de experiências e vivências com a cidade-membro italiana. A capital amazonense assinou termo de cooperação com o Iurc e os trabalhos são realizados desde o ano passado.

“Tivemos uma apresentação da equipe de planejamento urbano de Nápoles, detalhando políticas públicas e os projetos para revitalização do Centro Histórico, assim como de instrumentos e processos de gestão colaborativa com a sociedade civil, ouvindo a professora Laura Lieto, e as arquitetas Paola Cerotto, da Unesco, Francesca Pignataro e Chiara Abbate, ambas de Nápoles. Os trabalhos foram iniciados por Heloisa Barbeiro, gerente no Brasil para a Iurc, que falou dos objetivos do programa”, disse o vice-presidente do Implurb, arquiteto e urbanista Claudemir Andrade.

O Implurb fez uma apresentação de um panorama resumido da capital amazonense, cuja área urbana é de 427 quilômetros quadrados, trazendo mapas da mancha urbana de ocupação e dos eixos estruturantes de transporte e infraestrutura.

Os mapas de densidade exibidos revelam uma grande ausência da função residencial no Centro de Manaus, evidenciando o caráter mais comercial e de serviços do bairro, onde há naturalmente um esvaziamento a partir das 16h, numa região que tem valorização de imóveis e infraestrutura urbanística.

“Agradecemos a hospitalidade e a recepção, além da troca de experiências e informações tão ricas de uma cidade que tem um patrimônio mundial tão expressivo e reconhecido pela Unesco. E temos o apoio da gestão do prefeito David Almeida para realizar missões de intercâmbio e busca de conhecimento para ampliar as intervenções com foco na reabilitação do nosso Centro Histórico. Nosso desafio é aprender com lições executadas aqui e construir metas de futuro em consonância com a realidade de Manaus”, completou Andrade.

Os técnicos do Implurb, que são os responsáveis pela cooperação, viajaram com despesas pagas pelo Iurc.

Cooperação

Manaus participa da Agenda Urbana Sustentável para Centros Históricos em mais uma etapa do programa, agora com intercâmbio presencial e troca de experiências e vivências com a cidade-membro Nápoles. A capital amazonense assinou termo de cooperação