Alunos de escola da Prefeitura de Manaus participam da competição nacional de Badminton 2022

13 de agosto de 2022

Os alunos Evelyn de Souza Castro e André Henrique Matos da Silva, ambos de 10 anos, do 4º e 5º ano do ensino fundamental, respectivamente, da escola municipal Maria Madalena Corrêa, da Prefeitura de Manaus, estão participando da 4ª etapa do Circuito Nacional de Badminton 2022, esporte praticado com raquete em uma quadra dividida em duas partes por uma rede, disputado em duplas ou quartetos. A competição iniciou na última quarta-feira, 10/8, e vai até o próximo domingo, 14, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, bairro Alvorada, zona Centro-Oeste.


Os atletas estudantes integram o projeto de Badminton que faz parte do programa “Minha Escola Saudável”, da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Na unidade de ensino, o projeto conta com aproximadamente 30 alunos do 3º, 4º e 5º anos, desde 2019. Ambos os estudantes participaram do sub-11 simples, mas o André Henrique também participou da dupla masculino e misto. Já Evelyn Castro, além do simples, também é da dupla feminina.

A secretária da Semed, professora Dulce Almeida, acompanhou os alunos atletas em um dos jogos, na manhã desta sexta-feira, 12/8. Segundo a gestora, a meta do município é dar mais apoio aos alunos do projeto.

“Estamos aqui com dois atletas da rede municipal de ensino, a Evelyn e o André, que estão participando de uma etapa nacional com 13 estados envolvidos. Eles estão representando nosso estado e a educação municipal. Já disse aos alunos, que nosso compromisso é valorizar cada vez mais e incentivar a prática do esporte nas escolas, porque isso ajuda muito a manter nossas crianças na escola e a elevar o rendimento em todos, inclusive no pedagógico. Agora, com esse apoio, a gente vai chegar muito mais longe”, citou.


A professora Ivanice de Souza Castro, 42 anos, e mãe da aluna Evelyn, afirmou que independente do resultado na competição, sua filha já é uma vencedora não só por participar do projeto, mas principalmente pela oportunidade de praticar uma modalidade.

“Para mim, é uma grande honra a minha filha estar participando em tão pouco tempo no esporte e já ir a um campeonato a nível nacional. Isso são portas que se abrem. Quando há investimento, tem a possibilidade e a oportunidade para os nossos alunos da Semed. Projeto como este tem dado esperança para várias crianças, que muitas das vezes por falta de oportunidade não participam de projetos grandiosos como este dentro da nossa escola”, salientou.

Responsável pelo projeto de Badminton na escola, a professora de educação física, Márcia Jefferson Martins, afirmou que é uma oportunidade imensa dos alunos participarem de uma competição nacional em tão pouco tempo.

“A gente já tem esse projeto há três anos. Nós começamos apenas com uma aula diferente com os alunos, que depois ficou interessante e começamos a pensar em competições. Os alunos já participaram do Campeonato Amazonense. Não esses dois aqui, mas outros. No projeto, o aluno tem que querer e gostar. Depois disso, a gente convida, mas não é obrigatório, e sim por adesão, onde começamos com o lúdico e depois colocamos algumas técnicas da modalidade”, explicou.