Arte Sem Fronteiras ’representará AM no Festival de Dança de Joinville

31 de agosto de 2021


Após participar de um processo seletivo, a companhia de dança ‘Artes Sem Fronteiras’, participará da 38ª edição do Festival de Dança de Joinville, em Santa Catarina, que será realizado nos dias 5 a 16 de outubro. Devido à pandemia, a realização acontecerá em formato híbrido com eventos presenciais e virtuais.


O grupo amazonense conta com 40 pessoas e vai apresentar 11 coreografias no festival, sendo quatro em palco principal e sete em palco aberto. Nesta edição a companhia vai levantar a bandeira em prol da cultura popular amazônica.


As coreografias foram montadas pelo produtor cultural e fundador do ‘Arte Sem Fronteira’, Wilson Júnior, que acredita conquistar grandes resultados nessa edição do Festival. “Vamos representar o Amazonas em Joinville e temos certeza que voltaremos com grandes vitórias”, disse.


Além de levar coreografias de boi-bumbá e carimbó, o grupo terá participação especial do Corpo de Dança de Maués (CDM) e do grupo Porantim na apresentação de um espetáculo sobre a lenda do guaraná, uma das histórias mais famosas da Amazônia.

Ambos os grupos somam participações no Festival Folclórico de Parintins, o CDM pelo Boi Caprichoso e o Porantim pelo Boi Garantido.


Ajuda e valorização – No dia 6 de setembro, O ‘Arte Sem Fronteiras’ vai promover o concurso Majestade Junina Solidária com o objetivo de conseguir recursos para custear a viagem dos bailarinos para Joinville. O evento vai acontecer na sede do Rio Negro Clube, localizado na avenida Epaminondas, bairro Centro, zona Sul de Manaus.

A realização do evento é fruto de uma parceria da companhia com a União Amazonense de Quadrilhas Juninas (UNAQJ) e da União Amazonense Folclore na Veia, e tem incentivo da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (SEC) do Amazonas.


O evento será transmitido internacionalmente pelo Facebook e no canal oficial da ‘União Amazonense Folclore na Veia’, no YouTube - junto com o Toronto Brazilfest.


Sobre o Arte Sem Fronteiras

A Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras nasceu de um projeto social, aos poucos ganhou reconhecimento artístico e hoje tornou-se uma referência em dança no Amazonas. O grupo trabalha estilos de dança como balé, jazz, jazz funk, contemporâneo, populares (boi-bumbá, carimbó e afro) e baby class.


Já coleciona participações em diversos eventos, entre eles: o Festival Folclórico de Parintins; Festival Folclórico do Amazonas; o Toronto International Brazilfest, no Canadá; o Festival de Dança do Amazonas; Festival da Cultura Brasileira em Viena, na Áustria; além do Festival de Dança de Joinville.


texto: Mayane Batista