Atlético-MG cogita vender shopping para abater dívidas

23 de dezembro de 2021


Apesar dos títulos e prêmios faturados na temporada 2021, o Atlético-MG segue com uma dívida muito alta, passando de R$ 1,3 bilhão. Além do alto valor, os juros preocupam a cúpula atleticana e um dos caminhos para a reduzir a quantia passa pela venda do shopping Diamond Mall, empreendimento que o Galo detém 49,9%.


O shopping foi construído no local onde era o estádio Antônio Carlos, casa do Atlético entre as décadas de 1920 e 1950. Fica localizado no Bairro de Lourdes, um dos locais mais nobres de Belo Horizonte e já rendeu cerca de R$ 300 milhões ao clube.


Uma parte desse valor foi arrecadada em 2017, quando o clube aprovou a venda de 50,1% do empreendimento para construir a Arena MRV.


Como o clube viu que esse era um modelo para conseguir arrecadar um bom dinheiro, a venda da parte do shopping que ainda pertence ao Atlético voltou a ser assunto no conselho deliberativo do clube nesta semana, durante discussão do orçamento do clube para a próxima temporada.


Os conselheiros acreditam que podem arrecadar cerca de R$ 350 milhões com a negociação do empreendimento, o que ajudaria no pagamento de dívidas e até na negociação para abatimento de juros.


O assunto ainda será tratado em nova reunião, mas não é tão simples. Qualquer venda de patrimônio do clube precisa ser aprovada por dois terços do conselho deliberativo e demanda de uma mobilização política.


Sem considerar a venda do Diamond Mall, o orçamento alvinegro para 2022 prevê faturamento de R$ 471 milhões, sendo boa parte desse valor, cerca de R$ 447 milhões serão utilizados exclusivamente no futebol.


Fonte: https://esportes.yahoo.com/