Bolsonaro vai repassar ao AM mais de 100 milhões do pré-sal, segundo Menezes

Desse montante, R$ 12,4 milhões serão destinados a Manaus para serem investidos em infraestrutura

Coronel Menezes fala sobre repasse de recursos do pré-sal e confirma vinda do presidente Bolsonaro em Manaus sábado, 28

O presidente Jair Bolsonaro (PL), por meio do Governo Federal, irá repassar ao Estado e municípios amazonenses mais de R$ 100 milhões oriundos do bônus do leilão do pré-sal. Os valores foram divididos em duas parcelas: a primeira repassada no dia 20 último e a segunda ficou para hoje (24). Deste montante, R$ 71 milhões irão para os cofres do governo do Estado, R$ 12,4 milhões para Manaus e os demais serão destinados ao interior, afirmou o pré-candidato ao Senado, coronel Alfredo Menezes (PL), durante entrevista a uma rádio local, nesta terça-feira.


De acordo com Menezes, os valores são relativos à arrecadação dos bônus de assinatura do leilão dos excedentes da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu, no Pré-Sal.


Segundo ele, o leilão para exploração de petróleo e gás natural, realizado em dezembro de 2021, rendeu bônus de assinatura total de R$ 11,1 bilhões e os investimentos previstos são de cerca de R$ 204 bilhões.


“São recursos que vão ser repassados a todos os 26 estados, incluindo o Distrito Federal, alcançando mais de 5 mil municípios brasileiros. E poderão ser investidos na educação, saúde e obras de infraestrutura, ou seja, revertidos diretamente para o bem-estar da nossa população. É um valor que vai ajudar muitas prefeituras, principalmente, nossas cidades que contam apenas com repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). O mais interessante é que ninguém está comentando essa ação do governo federal”, comentou o pré-candidato.


Menezes destacou ainda outras ações do governo federal como a liberação de R$ 2,5 milhões para os municípios de Eirunepé, Itamarati e Envira para serem investidos em ações da defesa civil. “Tudo indica que teremos mais uma grande cheia que sempre traz inúmeros prejuízos e problemas sociais a nossa população ribeirinha. Algumas cidades do interior já estão sentindo esse impacto. O recurso do pré-sal e mais esses destinados às ações de defesa civil vão ajudar as prefeituras e, consequentemente, a população que sofre diariamente com a subida dos rios. E nós, como interlocutores do presidente, temos que nos manifestar e informar a população as benfeitorias do governo, por isso me coloco à disposição da sociedade para fazer essa ponte entre o Amazonas e o governo federal”, afirmou o militar da reserva.


Durante a entrevista, Menezes reafirmou mais uma vez que se mantém pré-candidato ao Senado e que sua decisão é irrevogável.


Bolsonaro em Manaus - Na ocasião, também, o militar da reserva confirmou também à vinda do presidente Bolsonaro ao Amazonas que vai ocorrer neste sábado (28). Informações sobre a agenda do presidente em Manaus, segundo Menezes, serão repassados assim que for autorizado pelo Palácio do Planalto.