Brasil vai receber a Alemanha pela Copa Davis no Parque Olímpico da Barra

8 de janeiro de 2022

Confronto do mais tradicional evento de seleções do circuito internacional da modalidade será nos dias 4 e 5 de março

Centro Olímpico de Tênis será o palco do confronto da Davis em março - Foto: Matheus Bacelar/ Min. Cidadania


A Federação Internacional de Tênis (ITF na sigla em inglês) oficializou na quarta-feira (05/01), que o Brasil vai disputar a fase qualificatória da Copa Davis contra a Alemanha no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro.


O palco será o Centro Olímpico de Tênis, que sediou as competições da modalidade nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. As partidas das seleções serão entre os dias 4 e 5 de março. O período também reunirá outros 11 confrontos eliminatórios do torneio em quadras mundo afora, como Argentina x República Tcheca, França x Equador, Eslováquia x Itália e Suécia Japão.


O páreo é duro para o Brasil. A Alemanha chegou ao grupo dos quatro melhores na fase final da Copa Davis 2021. O Brasil terá de buscar inspiração na arena icônica para seguir adiante. No ranking de nações da ITF, o Brasil aparece atualmente na 26ª posição. A Alemanha é a atual número nove. O ranking é liderado pela Croácia.


A última vez que o Brasil disputou a Davis no Rio de Janeiro foi em 2002, quando a equipe ainda comandada por Gustavo Kuerten e com presença de Fernando Meligeni e André Sá derrotou o Canadá por 4 x 0.


A Confederação Brasileira de Tênis confirmou a informação da ITF e registrou, em nota, que as informações adicionais, como a convocação da equipe nacional, as condições de acesso do público ao evento e o piso que será utilizado durante as partidas serão divulgados em coletiva de imprensa com data a ser divulgada. A tendência é de que o Brasil opte pelo piso de saibro, que costuma ser o mais conveniente para os atletas nacionais.


Quem sair vencedor do duelo avança para a fase principal da competição, com 16 equipes. Nesse grupo estarão as 12 que vencerem os confrontos eliminatórios de março mais os atuais campeões e vice-campeões (Rússia e Croácia), além de Sérvia e Grã-Bretanha, que receberam wild cards. As 12 equipes que perderem os confrontos no mata-mata vão disputar o Grupo 1 da competição, em setembro.


No Parque Olímpico da Barra, o Ministério da Cidadania é responsável pela gestão das Arenas Cariocas 1 e 2, do Velódromo e do Centro Olímpico de Tênis.


Com informações do Ministério da Cidadania

Fonte: https://www.gov.br/