CBF e Nike lançam bola oficial da temporada 2022

23 de fevereiro de 2022

Acendam os refletores. Preparem o tapete verde. Apertem o botão de gravar. Vai começar o show da nova estrela da temporada. CBF e Nike lançaram a bola do Brasileirão Assaí Série A, Brasileirão Feminino Neoenergia e Feminino A-2 e A-3, da Copa Intelbras do Brasil e das competições de base masculinas e femininas deste ano. Está na pista a CBF Nike Brasil Flight 2022.

A bola tem o encontro do branco com detalhes em preto e amarelo, o Swoosh tradicional da Nike em seu entorno e o escudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), além do selo de aprovação FIFA Quality Pro.

Depois da pré-estreia na Supercopa KIA 2022, com uma edição especial em azul, a CBF Nike Brasil Flight que brilhará durante todo o calendário vai estrear neste meio de semana, nas partidas da Primeira Fase da Copa Intelbras do Brasil.

"Estamos alinhados com o que há de mais avançado para proporcionar as melhores condições e levar grandes espetáculos às torcidas. CBF e Nike trabalharam em parceria e a bola Brasil Flight 2022 ficou linda, pronta para fazer parte do entretenimento dos fãs de futebol, seja acompanhando o seu time ou praticando o esporte mais amado do mundo", destacou o diretor de Marketing da CBF, Gilberto Ratto.

MAIS SOBRE A CBF NIKE BRASIL FLIGHT 2022

Aperfeiçoada ao longo de oito anos e 1.700 horas de testes, a bola de futebol Brasil Flight é uma revolução em voos consistentes. A tecnologia Nike Aerowsculpt usa sulcos moldados para desviar o fluxo de ar em toda a bola, proporcionando menos arrasto e um voo mais estável. A revolução na aerodinâmica resulta em um voo 30% mais preciso.

A tecnologia All Conditions Control (ACC) adiciona uma textura aderente, seja em climas úmidos ou secos. Já a sobreposição de tinta impressa em 3D otimiza o voo da bola, ajudando a obter mais precisão em cada lance e passe.

Quatro painéis fundidos criam um ponto de toque maior na bola, que é feita de couro sintético (37%), borracha (33%), poliéster (20%) e algodão (10%).


Fonte: https://www.cbf.com.br/