Centros de Testagem para Covid-19 realizaram mais de 6 mil exames até as 18h desta quarta-feira

20 de janeiro de 2022

A Prefeitura de Manaus informa que os dois Centros Municipais de Testagem para Covid-19, em funcionamento na capital, realizaram 6.546 exames até as 18h desta quarta-feira, 19/1, conforme balanço preliminar emitido às 20h. Na unidade do Studio 5, no Japiim, zona Sul, em atividade desde o último dia 12, foram realizados 3.992 testes, enquanto a do Centro de Convenções Vasco Vasques, neste primeiro dia de atendimento, em parceria com governo do Amazonas, processou 2.554 exames. Do total de exames realizados, 55% foram positivos para Covid-19, o que corresponde a 3.614 pessoas com confirmação de diagnóstico.


Desde as 9h, as duas unidades operaram, cada uma, com 40 pontos de notificação para acolhimento e cadastro dos usuários; 20 postos de coleta de exame e 14 estações de atendimento médico, além da estação de farmácia para dispensação de medicamentos disponíveis para o tratamento, como analgésicos, corticoides e antibióticos.


A procura por diagnóstico e tratamento de síndromes gripais na rede básica de saúde teve aumento de mais de 200% em janeiro, conforme levantamento preliminar da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e mais de 30 mil testes para Covid-19 foram feitos nos primeiros 14 dias do mês, metade deles com resultado positivo.


A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, ressalta que a prefeitura tem buscado alternativas para garantir atendimento a todos que procuram a rede de assistência. “Mesmo com a abertura deste segundo centro, os pontos de atendimento continuaram a registrar alta demanda, assim como nas 32 unidades que oferecem o teste rápido”, informa.


De acordo com a secretária, o município está analisando diariamente o cenário epidemiológico para a definição de estratégias que permitam ampliar a capacidade de atendimento à população, nas unidades de pequeno porte. “A própria rede de saúde está sofrendo o impacto do aumento de casos de Covid-19 em Manaus, com muitos servidores afastados por motivo de doença”, comenta.


“A própria rede de saúde está sofrendo o impacto do aumento de casos de Covid-19 em Manaus, com muitos servidores afastados por motivo de doença”, comenta.


Avaliação

Balanço diário da Semsa mostra que mais de 800 profissionais de saúde municipal estavam de licença médica nesta quarta-feira. Os casos acumulados desde o mês de dezembro até o último dia 14, chegaram a 1,5 mil servidores. “Teremos uma melhora desse quadro em breve, com o chamamento de 436 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos, que darão reforço, a partir da semana que vem, às equipes de atendimento nas unidades mais demandadas”, informa.


Avanço

Shádia Fraxe destaca que a instalação dos centros descentralizados de testa