Com 51 pontos de vacinação, Vasco Vasques tem grande procura em mais um mutirão Vacina Amazonas

29 de agosto de 2021

Campeão com o maior número de vacinados nas duas últimas edições do mutirão Vacina Amazonas na capital, o posto de vacinação montado exclusivamente para pedestres no Centro de Convenções Vasco Vasques ampliou a sua capacidade para atender a população nesta nova edição do mutirão na capital, realizada neste sábado (28/08) e domingo (29/08). Ao longo das 33 horas do viradão, 51 pontos de vacinação estarão à disposição das pessoas aptas a receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19, que tomaram a primeira dose até 28 de junho. Neste sábado, em seis horas de mutirão, mais de 3.400 pessoas haviam sido vacinadas no local. Nas edições anteriores, o posto chegou a ter entre 30 a 35 pontos de vacinação. Uma das coordenadoras do posto, a secretária executiva adjunta de Políticas em Saúde da Secretaria de Saúde do Amazonas (SES-AM), Nayara Maksoud, explicou que o aumento da capacidade é por conta dessa grande procura da população e que o movimento neste sábado iniciou de forma intensa. “O Vasco Vasques já iniciou a manhã de sábado bem intenso. Nós estamos aqui hoje com 51 postos. Estamos utilizando todo o Vasco Vasques I para execução da vacina e aproveitamos o Vasco Vasques II para toda a logística. Então, possibilitou um melhor fluxo, possibilitou ampliar o esquema de vacinação e é um posto para pedestre, muito procurado. Nós ficamos muito felizes e por isso que a cada edição nós procuramos melhorar cada vez mais, preparando uma logística cada vez mais acertada”, disse Nayara. A secretária ainda acrescentou que, se a procura for ainda maior, existe a capacidade de ampliar o número de pontos de vacinação no complexo. O Centro de Convenções Vasco Vasques conta com cerca de 500 servidores trabalhando no local, entre trabalhadores das unidades de saúde da SES-AM e dos demais órgãos públicos do Estado. O acesso ao local para atendimento de pedestres acontece pela avenida Coronel Pedro Teixeira, na zona centro-sul da capital. Para se vacinar, é obrigatória a apresentação de documento de identificação com foto, CPF e o cartão de vacinação com registro da aplicação da primeira dose. Fonte: amazonas.am.gov.br