Com apoio do Governo do Amazonas, Rio Negro Challenge reúne 360 atletas em 2021

13 de dezembro de 2021

Foi com expectativa até as últimas braçadas, que a edição de 2021 do Rio Negro Challenge aconteceu neste final de semana sábado (11/12) e domingo (12/12). A competição contou com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), e reuniu mais de 360 atletas nas disputas.


Para o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira, a competição garante aos atletas o incentivo necessário para a modalidade no estado. “Esse é considerado o maior desafio em águas abertas da região norte e é determinação do governador Wilson Lima que estejamos sempre fomentando diversos esportes de nossa região, inclusive a natação que é um tradicional em nosso estado”, comentou.


Pierre Gadelha, organizador do evento, destacou que o torneio vem ganhando força a cada edição. “Agradecemos imensamente o apoio do Governo, que através da Faar, foi de fundamental importância para a realização desse evento. O Rio Negro Challenge é um evento consolidado, que vem trazendo mais atletas em cada edição e esperamos firmar essa parceria com o Governo do Estado por muitos anos”, afirmou.


Grande vencedor da competição alcançando o lugar mais alto do pódio em duas provas: Relay (revezamento) e a tradicional Almirante Tamandaré, o nadador Caio Sakamoto, da equipe Brunno Suplementos, falou da sensação em ter atingido este feito no Rio Negro Challenge.


“O coração está a mil. Emoção muito grande. Desta vez eu encaixei um ritmo muito forte desde o início e a gente vem treinando para isso e eu só tenho a agradecer a todos que me apoiaram, só agradecer, no momento a palavra é gratidão”, afirmou Caio.


O pódio da Almirante Tamandaré foi completado por Caio Arcos (Instituto Pedro Nicolas) na segunda posição com o tempo de 2 horas 23 minutos e 33 segundos. O terceiro lugar ficou com Richard Ferreira (Aquática Amazonas) que fez o tempo de 2 horas 29 minutos e 9 segundos. Pedro Fasone (Pedro Nicolas) foi o quarto com o tempo de 2 horas 39 minutos e 59 segundos. E Marcelo Fonseca (Aquática Amazonas) fechou o pódio com o tempo de 2 horas 40 minutos e 14 segundos.


Com apenas 14 anos, a nadadora Kathleen Manoella, do Instituto Pedro Nicolas, mostrou sua resistência e venceu a Almirante Tamandaré na categoria feminino, com um tempo de 2 horas 34 minutos e 28 segundos.


“Vencer a Almirante Tamandaré foi uma sensação de outro mundo. Eu nunca tinha nadado uma distância dessas. A minha maior distância foram quatro quilômetros, no ano passado, então este foi um grande desafio e sinceramente eu pensei que não fosse conseguir completar a prova, mas com as motivações que o meu guia estava dando eu consegui”, disse Kathleen.

Os atletas que participaram da Almirante Tamandaré atravessaram o Rio Negro, saindo da Ponta Camaleão, chegando até a praia da Ponta Negra, zona oeste de Manaus.


Vencedores:


Campeão Almirante Tamandaré (categoria masculino): Caio Sakamoto (Brunno Suplementos)

Campeã Almirante Tamandaré (categoria feminino): Kathleen Manoella (Instituto Pedro Nicolas)

Campeão 1,5 quilômetros (categoria masculino): Erik Rabelo (Sinpol-RR)

Campeã 1,5 quilômetros (categoria feminino): Juanita Quijano

Campeão 3 quilômetros (categoria masculino): Rafael Leal (Instituto Pedro Nicolas)

Campeã 3 quilômetros (categoria feminino): Rayssa Leite

Campeão Relay (categoria masculino): Brunno Suplementos (Caio Sakamoto, Alison e Otávio)

Campeã Relay (categoria feminino: Matrixã (Gesilda, Miraci e Hellen)

Circuito Curumin:

Campeão no masculino: Cicero Neto

Campeã no feminino: Angeline Vitória


Fonte: