Concurso público da PM tem 18,6% de faltosos em Manaus e no interior

7 de fevereiro de 2022

As provas foram realizadas ontem na capital e em sete municípios amazonense

Concurso da Polícia Militar realizado neste domingo (06/02)


O concurso público da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), realizado ontem (06/02), registrou 20.819 faltosos, em Manaus e em outros sete municípios do interior. O número representa aproximadamente 18,6% do total de inscritos no edital, que foi de mais de 111 mil candidatos. Esta foi a primeira vez em mais de 10 anos que o Governo do Estado promoveu seleção para profissionais do órgão de Segurança Pública. As provas ficaram a cargo da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Pelo período da manhã, quando ocorreu a seleção para cargos de nível médio, foram registrados 17.498 faltosos, de um total de 88.854 candidatos. À tarde, durante as provas para nível superior, 3.321 inscritos não compareceram, de um total de 22.777.

Candidatos se concentram nos locais de provas na capital e no interior


Além da capital, o concurso ocorreu também nos municípios de Coari, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Tefé. Foram ofertadas 1.350 vagas, divididas em três categorias: mil vagas para aluno soldado (nível médio), 320 vagas para aluno oficial (nível superior) e 30 vagas para aluno oficial de saúde (nível superior).

O comandante-geral da PMAM, coronel Vinicius Almeida, acompanhou a abertura dos portões na Universidade Nilton Lins, um dos locais do concurso, na manhã ontem. Ele parabenizou e agradeceu ao governador Wilson Lima pela realização do concurso público.

Em um dos concursos mais concorridos do Amazonas, quase 21 mil candidatos deixaram de fazer as provas


“Isso aqui vem enriquecer a tropa, trazer novos ares, trazer pessoas jovens para iniciar a sua carreira dentro da instituição, e isso nos engrandece também, porque a gente pode prestar um serviço melhor à sociedade. Acho que o principal objetivo do concurso é esse: colocar mais efetivo para fazer uma prestação de serviço excelente para a população amazonense”, afirmou o comandante-geral da PMAM.


Texto: Divulgação

Fotos: BRUNO ZEBARDO/SECOM