Creche da Prefeitura de Manaus é a única do Amazonas a alcançar destaque nacional

11 de março de 2022

A creche municipal Magdalena Arce Daou, da Prefeitura de Manaus, é a única do Amazonas a alcançar destaque nacional com o projeto “Quinta Literária: Leitores de Fraldas no Contexto das Aulas Remotas”, na modalidade de educação infantil. O anúncio foi realizado pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, que escolheu as 12 melhores unidades de todo o Brasil.


A ação é alusiva ao Prêmio Educação Infantil – Análise de práticas pedagógicas alinhadas à Base Nacional Comum Curricular, pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, em parceria com o Banco Itaú e União Nacional dos Dirigentes em Educação Municipal (Undime), desenvolvido no ano letivo de 2021.

A creche Magdalena Arce Daou ficou entre as cem melhores escolas com o projeto Quinta Literária, sendo premiada com R$ 1 mil. Com o valor, a direção da escola comprou material pedagógico para o próprio projeto, como livros, tapetes, fantoches, fantasias para as professoras, entre outros objetos.

A diretora da creche municipal, Jucilene Seixas, salientou que o projeto acontece desde 2019, e envolve 220 crianças, na faixa etária de 1 a 3 anos, com atividades pedagógicas. Para a educadora é o reconhecimento de todo um trabalho de muita dedicação, que foi realizado durante a pandemia da Covid-19.

“Para a creche Magdalena Arce Daou é uma importância muito grande, porque é um projeto que nasceu no chão da sala de referência, e está evidenciado hoje em uma fundação muito enorme. Isso nos deixa vitoriosos, porque trabalhamos muito para fazermos uma educação de qualidade. Buscamos sempre a excelência e ver que estamos entre os 12 projetos de todo país, sendo o único representante do Amazonas neste segmento, nos deixa muito orgulhosos, toda a nossa equipe”, comentou.

A professora Maria Raquel Santos, coordenadora do projeto na creche, ficou feliz por mais uma conquista, agora sendo destaque em todo o país. Para ela, é a realização do trabalho pedagógico pelas professoras com as crianças e os pais.

“O legado do projeto fica como um estímulo de leitura para as famílias, que trabalhamos aqui no contexto da creche para os colaboradores, que nos ajudaram no desenvolvimento deste projeto e para a sociedade em geral. É importante para a creche, para o trabalho pedagógico com as crianças, o estímulo da leitura e também um legado da creche de desenvolver o projeto com as famílias. É importante iniciativas como essa da fundação, pois deixam o trabalho em exposição virtual para qualquer pessoa interessada na leitura com bebês”, comentou.

Projeto

O projeto “Quinta Literária: Leitores de Fraldas no Contexto das Aulas Remotas” tem como objetivo incentivar a cultura leitora no contexto da primeira infância, trazendo as famílias atendidas pela creche como partícipe neste processo de ensino-aprendizagem.

As atividades eram desenvolvidas por meio de histórias (clássicos infantis), que as educadoras encenavam. E eram repassadas via grupo de WhatsApp dos responsáveis. As famílias faziam releituras desses clássicos e contos infantis no contexto do lar, enviando os vídeos produzidos por elas em casa. Após isso, havia a socialização nas redes sociais da creche, para que toda a comunidade escolar pudesse fazer comentários e sugestões.

O projeto da Magdalena Arce Daou pode ser acessado para pesquisa pelo link: https://www.fmcsv.org.br/pt-BR/biblioteca/publicacao-premio-educacao-infantil/

— — —

Texto – Paulo Rogério / Semed

Fotos – Cleomir Santos / Semed

Fonte: https://www.manaus.am.gov.br/