Cuca entrega o cargo e não será o treinador do Atlético-MG em 2022

28 de dezembro de 2021


O Atlético-MG teve uma temporada fantástica e conquistou dois dos três títulos mais importantes para os clubes brasileiros, a Copa do Brasil e o Brasileirão, além de chegar à semfinal da Copa Libertadores. Mas o trabalho de Cuca na Cidade do Galo chegou ao fim. O treinador entregou o cargo na noite desta segunda-feira.


Cuca tinha contrato com o Atlético até dezembro de 2022, mas já havia comentado sobre a possibilidade de não seguir no clube na próxima temporada. A distância da família, que mora em Curitiba, e problemas pessoais fizeram o treinador optar por encerrar sua segunda passagem pelo clube mineiro. De acordo com a Rádio Itatiaia, Cuca se reuniu de forma virtual com o presidente do Galo, Sérgio Coelho, e os 4 R's, para comunicar que não ficará em 2022.

Embora a notícia tenha caído como uma bomba para a torcida alvinegra, a direção do clube já esperava por essa decisão do treinador. Após a conquista da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, o treinador já havia comunicado que não seguiria no clube. Porém, nos últimos dias, aconteceu uma tentativa de fazer com que o treinador mudasse de ideia. Sem sucesso.


Ainda de acordo com a Rádio Itatiaia, Cuca se comprometeu com a diretoria alvinegra de que não vai trabalhar na temporada 2022. Por esse motivo, o Atlético não vai cobrar nenhum tipo de multa do técnico pela quebra de contrato.


Cuca comandou o Atlético em 71 dos 75 jogos do clube em 2021. Com ele foram 48 vitórias, 14 empates e apenas nove derrotas. Somando as duas passagens, já são 244 partidas sob o comando do treinador, que para muitos é apontado como maior da história do clube. Com Cuca, o Atlético foi campeão da Libertadores (2013), da Copa do Brasil (2021), do Brasileirão (2021) e três vezes do Mineiro (2012, 2013 e 2021).


Fonte: uol.com.br