Escola estadual de Manaus trabalha educação financeira com estudantes de 10 a 12 anos

27 de março de 2022

Formar cidadãos conscientes, mostrar a importância de planejar a vida financeira, estes são os objetivos da Semana de Educação Financeira Global Money Week, realizada na Escola Estadual (EE) Aderson de Menezes, localizada na zona centro-sul. A atividade é voltada para os alunos do ensino fundamental, com idade entre 10 e 12 anos.


A GMW é uma campanha anual de conscientização sobre a importância de garantir que os jovens estejam financeiramente conscientes e adquirindo conhecimentos e comportamentos para decisões financeiras sólidas.


No total, 90 alunos participaram da iniciativa. Com a orientação dos professores, eles criaram mercados, com produtos e preços variados, onde os mesmos simulavam a compra e a venda destes itens.


“Este é um projeto bem educativo, que busca lidar com a realidade dos nossos alunos. O nosso maior objetivo é que os estudantes consigam entender sobre educação financeira, que eles possam ter a compreensão do que é necessário comprar, por isso nós criamos minimercados, onde buscamos trabalhar com eles as quatro operações, fazendo com que, por meio da prática, eles observem o uso consciente do dinheiro”, disse.


Para a estudante Alice Flávia, de 10 anos, a feira serviu para entender sobre o desperdício de dinheiro. “Eu gostei dessa atividade, porque a gente aprendeu sobre desperdício financeiro e a compra de coisas desnecessárias. Às vezes, quando vamos ao supermercado com nossos pais, pedimos algumas coisas que não precisamos, esse foi um dos exemplos aprendidos”, disse Ana Flávia.


O aluno Yury Rocha também contou sobre a valorização financeira. “Nessa semana, eu aprendi sobre a valorização do dinheiro, pois existem muitas pessoas que não têm condições de ter a estabilidade que nós temos, por isso é preciso não gastar o dinheiro com coisas desnecessárias”, explicou Yury.


Todos os objetos utilizados na feira foram produzidos pelos próprios estudantes na feira, como dinheiro fictício, mercadorias e caixas registradores.


Letícia Soares explicou sobre o que refletiu sobre o uso consciente do dinheiro. \”Durante a simulação, eu aprendi a economizar, porque o desperdício pode afetar o nosso bolso, mas também a natureza”, finaliza Letícia.


FOTOS: Eduardo Cavalcante – Seduc/AM

Fonte: http://agenciaamazonas.am.gov.br/