Espaços culturais voltam a funcionar sem necessidade de agendamento

15 de março de 2022


A medida é levada em conta conforme os dados epidemiológicos registrarem queda em internações e de número de infectados no estado

A apresentação da carteira de vacinação contra Covid-19 e o uso de máscara são obrigatórios para entrar nos espaços


A partir desta terça-feira (15/03), os espaços culturais administrados pela da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, voltam a funcionar com atendimento espontâneo, sem a necessidade de agendamento para visitação e espetáculos.


A medida acontece após o Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19 do Governo do Estado definir que eventos estão liberados sem restrição de horário e de ocupação, levando em conta os dados epidemiológicos, que registram queda em internações e de número de infectados e óbitos pela doença no estado.


Para visitar, assistir aos espetáculos ou participar de uma atividade no Teatro Amazonas, nos centros culturais Palácio Rio Negro, Palácio da Justiça e dos Povos da Amazônia, assim como Palacete Provincial, basta chegar ao local com antecedência.


A Casa das Artes e o Museu do Seringal já funcionavam sem agendamento, porém com controle de público na entrada. A apresentação da carteira de vacinação contra Covid-19 e o uso de máscara são obrigatórios para entrar nos espaços.


Confira os horários de visitação dos espaços culturais. Para ficar por dentro da programação de espetáculos e atividades, é só acessar a agenda do Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) ou as redes sociais da secretaria (@culturadoam).


Teatro Amazonas

Largo de São Sebastião, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

A entrada para visitação é gratuita para amazonenses, crianças até 10 anos e pessoas com deficiência (PCDs), todos mediante comprovação.

O valor do ingresso é R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Têm direito à meia entrada: estudantes (carteirinha com validade), professores, idosos a partir de 60 anos, doadores de sangue, militares e acompanhante de pessoa com deficiência (PCDs), todos mediante comprovação.


Centro Cultural Palácio Rio Negro

Avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita


Centro Cultural Palácio da Justiça

Avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita


Palacete Provincial

Praça Heliodoro Balbi, Centro

Terça-feira a sábado, das 9h às 17h

Entrada Gratuita


Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 1.222, Distrito Industrial

Terça-feira a sábado, das 9h às 15h

Entrada Gratuita


Casa das Artes

Largo de São Sebastião, Centro

Terça-feira a domingo, das 16h às 20h

Entrada Gratuita


Museu Do Seringal Vila Paraíso

Afluente do Tarumã-Mirim, na margem esquerda do Rio Negro

Terça-feira a sábado, das 9h às 15h

Taxa de manutenção: R$ 10 (por pessoa)

Acesso: Somente por via fluvial (barco, de 25 a 30 minutos) pela Marina do David, no final da Estrada da Ponta Negra. A travessia é feita pela ACAMDAF (092) 3658-6159, que cobra R$ 18 por cada trecho (R$ 18 ida + R$ 18 volta)


Informações Assessoria

Foto: Divulgação