Estratégias para prevenir gravidez na adolescência são discutidas pela prefeitura

3 de fevereiro de 2022

Com o objetivo de discutir estratégias para a prevenção da gravidez na adolescência, a Prefeitura de Manaus realizou, nesta quarta-feira, 2/2, a webconferência “Diálogos na Atenção Primária à Saúde”, que teve participação de mais de 70 profissionais de saúde da rede básica. A conferência faz parte da programação municipal referente à Semana Nacional da Prevenção da Gravidez na Adolescência, criada para que o poder público, com o apoio da sociedade, elabore medidas preventivas e de educação para reduzir o número de gravidez não planejada nesta fase da vida.


Considerada um problema de saúde pública, a gravidez precoce leva os adolescentes a um círculo vicioso de pobreza e baixa escolaridade, de acordo com a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente, Ivone Amazonas, responsável pela condução da conferência. “É um problema que requer a articulação das áreas de Saúde, Educação, Cultura e vários outros setores da sociedade, porque uma gravidez que não é planejada, traz sérias consequências para o adolescente que precisa estudar, trabalhar na construção do seu futuro, e se vê com responsabilidades para as quais ainda não tem preparo”, observou.


A criação de espaços de atendimento para esse público foi assinalada por Ivone Amazonas, como um passo importante para dar acesso aos adolescentes na Atenção Primária.


Além de criar as condições para o diálogo, foram consideradas a qualificação dos profissionais para atendimento desse público, a formação de agentes multiplicadores de informação para um maior protagonismo dos jovens e o envolvimento dos adolescentes para a criação monitorada de conteúdos relacionados ao tema, usando as tecnologias de comunicação e informação.


“O adolescente precisa ser acolhido, precisa passar pela escuta qualificada. Por isso é necessário reorganizar o processo de trabalho nas unidades, analisando o território para checar como a comunidade pode nos apoiar para que possamos chegar mais próximo desse público e contribuir para o crescimento dos adolescentes”, disse.


Casos

Dados do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa indicam uma redução em 15,74% do número de casos de gravidez na adolescência em Manaus. O resultado considera o número de nascidos vivos de mães adolescentes dividido pelo número de total de nascidos vivos, que é multiplicado por 100.


O percentual mostra que as ações de educação em saúde direcionadas para esse público por meio da Estratégia Saúde na Família (ESF) e pelo Programa Saúde na Escola (PSE), vem proporcionando mais sensibilização sobre os riscos e consequências envolvidos em uma gravidez não planejada.


Programação

Em Manaus, a programação da Semana de Prevenção à Gravidez será concentrada nas unidades dos Distritos de Saúde (Disas) Leste e Norte, com rodas de conversa sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), palestras sobre gravidez precoce, distribuição de folders e oferta de testes rápidos para HIV e sífilis.


— — —

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Foto – Altemar Alcântara / Arquivo – Semcom

Fonte: https://www.manaus.am.gov.br/