Feiras de artesanato encerram março com faturamento de mais de R$ 50 mil

6 de abril de 2022

Os artesãos selecionados para participar das feiras de artesanato itinerante promovidas pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), tiveram um faturamento total de R$ 52.323,70, no mês de março.


Mais de 1.230 artesãos estão cadastrados na Semtepi, conforme levantamento do Departamento de Economia Solidária e Criativa (Desc) do órgão, responsável pela organização das ações voltadas para a categoria. Durante o mês de março, um total de 81 empreendedores participou de quatro feiras realizadas.

As feiras têm por objetivo utilizar lugares estratégicos, para expor as mercadorias dos artesãos, além de oferecer espaço e estrutura para a exposição e venda dos produtos, promovendo capacitação empreendedora, como forma de reforçar a renda de várias famílias em Manaus.

As quatro feiras realizadas em março ocorreram nas sedes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul; Prefeitura de Manaus, na Compensa, zona Oeste; empresa Saldanha Rodrigues, Flores, zona Centro-Sul; e no Manauara shopping, em Adrianópolis, que abriram as portas de seus espaços para as exposições.

Em alusão ao Dia do Artesão, comemorado em 19/3, a Semtepi também promoveu a Semana do Artesanato, no período de 15 a 20/3, no Manauara shopping, beneficiando os artesãos que produzem artigos inspirados na cultura local.

“Tivemos uma pandemia que foi muito difícil desde o ano de 2020, mas agora estamos conseguindo mais oportunidades para poder fazer os trabalhos. E no mês de março fizemos alguns eventos de sucesso, que geraram renda para os artesãos envolvidos, isso é uma satisfação. Nossa missão basicamente é essa, porque temos um serviço que teve praticamente custo zero para o município, e mesmo assim, gera uma possibilidade de renda, graças às parcerias que temos feito com os shoppings da cidade. Esse faturamento representou metade do que foi obtido no ano passado inteiro, fato que nos dá muita motivação para continuar avançando. Aqui o artesão vai ser bem valorizado e o seu produto muito mais”, salientou o diretor do Desc, Sidnei Magalhães.


— — —

Texto – Divulgação / Semtepi

Fonte: https://www.manaus.am.gov.br/