Mercado de gás natural será ampliado em Manaus

21 de fevereiro de 2022

Parceria entre Governo do Amazonas e Prefeitura de Manaus foi assinada hoje


Mayane Batista

Equipe BN

Manaus (AM) – Na manhã desta segunda-feira (21), governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) assinaram um protocolo de intenções que vai viabilizar, por meio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), o uso de gás natural em embarcações regionais, na frota de veículos municipais, além de unidades hospitalares e órgãos públicos municipais.


A iniciativa também, se propõe a reduzir os impactos ambientais na natureza e redução de custos.


A assinatura do termo ocorreu no Casarão da Inovação Cassina, localizado na Avenida Bernardo Ramos no Centro Histórico da capital.


A ação de projetos envolvendo a área de gás natural prevê uma série de linhas de atuação, que serão assinadas com outras empresas que prestam serviço em Manaus.


Essas empresas terão que se adequar a todos os protocolos, apresentar um plano de ação e assim receber autorização da Prefeitura para a sua execução.

Após fazerem a intervenção, as empresas serão responsáveis em deixar tudo no mesmo padrão exigido pela Prefeitura, além de manter sempre a manutenção e conservação do local. Não fazendo isso a empresa será multada.


“Essa parceria visa dar celeridade nos serviços públicos, isso é modernidade. Nós queremos implementar em várias áreas da cidade”, disse David Almeida.


Alguns parques da cidade irão fazer parte desse projeto socioambiental, ou seja, por onde passar a rede de distribuição da Cigás esses ambientes vão ser despoluídos e conservados. Estão no projeto o Parque Pontes dos Bilhares, o Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez, o Parque do Mindu, a Lagoa do Japim, o Parque Sumaúma e o Parque Camapuã. Esses parques serão apadrinhados por empresas parceiras. “Vamos cobrar responsabilidade social das empresas”, garantiu o prefeito.


Dentre as empresas parceiras que atuarão junto à Prefeitura estão Águas de Manaus, Amazonas Energia, Grupo Carrefour, indústrias além de estabelecimentos comercias. Um dos primeiros locais a receber essa ação será a Lagoa do Japim, na Zona Sul da capital e contará com a parceria da empresa prestadora de serviço Águas de Manaus.


O grupo de supermercados Carrefour assumirá a parada de ônibus que fica localizada em frente do estabelecimento, no bairro de Flores, e deverá realizar toda sua manutenção; já a Companhia de Gás ficará responsável pelo Parque do Mindu, enquanto a concessionária Amazonas Energia ficará responsável pelo Mirante Encontro das Águas.


A parceria Municipal e Estadual soma também outras ações a serem implantadas, com objetivo de expandir o mercado de gás natural e ampliar o acesso aos benefícios do combustível para população do Amazonas.


O governador Wilson Lima destaca que esse protoloco de intenções, junto à Prefeitura e à Cigás, é um passo importante para a sustentabilidade.


“Através dessa parceria será possível caminhar de forma conjunta com a Prefeitura, com essas empresas para que não haja prejuízos para o cidadão", disse Wilson Lima, referindo-se ao apadrinhamento dos espaços públicos por onde passam a rede de distribuição da Cigás.


Outro ponto que destaca o governador é a possibilidade de colocar em algumas instuições, hospitais e em locais que utilizam energia elétrica, o gás natural. "Vamos fazer a substituição por essa fonte de energia mais barata e mais limpa”, garante.


Ainda de acordo com Wilson Lima, o Hospital Delphina Aziz, já utiliza esse serviço por meio da Cigás, e a unidade chegou a reduziu 30% o gasto com energia. "Com a implantação do projeto, o Governo e o Município projetam fazer essa distribuição em unidades municipais, como escolas, hospitais e entres outros órgãos públicos".


Esse termo de cooperação assinado entre os entes Estadual e Municipal vale por um ano, contando da data da assinatura do documento. O valor total do investimento não foi revelado.


Sobre a Cigás

A Companhia de gás desenvolve o funcionamento de produção de mais de 50 empresas do Polo Industrial de Manaus. Também já beneficia cinco postos de combustíveis e algo e torno de 140 estabelecimentos comerciais. O serviço prestado pela concessionária assegura energia elétrica para cinco municípios do interior do Estado, como Anamã, Codajás, Caapiranga, Anori e Coari, que é matriz geração de energia 100% baseada em gás natural.