Governador Wilson Lima inaugura restaurante popular no bairro Alvorada, o oitavo Prato Cheio

1 de abril de 2022

O governador Wilson Lima inaugurou, nesta quinta-feira (31/03), um novo restaurante popular no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, ampliando para oito o número de unidades do Prato Cheio na capital. Com refeições a R$ 1, a unidade faz parte do programa social do Governo do Amazonas voltado ao combate à fome, que também está sendo ampliado para o interior do estado.


O novo Prato Cheio, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social, está localizado na avenida Dom Pedro, no Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, em frente ao Lar das Marias.

“Estou aqui no bairro Alvorada cumprindo aquele compromisso que nós assumimos de ampliar a quantidade de restaurantes populares em Manaus. Nós vamos abrir outros quatro nos próximos meses. É impressionante o quanto as pessoas mais pobres foram prejudicadas por conta da pandemia. E essas pessoas precisam se alimentar, principalmente as crianças“, ressaltou o governador do Amazonas.

O programa é administrado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), por meio do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB), via Gerência de Ações Descentralizadas de Segurança Alimentar e Nutricional (Gadsan).

“Mais um restaurante novo, são mais 400 refeições. Até o final de maio, aqui em Manaus, nós teremos 5.200 refeições todos os dias para a população que mais precisa. No interior do estado serão 20 restaurantes, então, até o final de maio, serão 13.200 refeições servidas diariamente para a população que precisa de segurança alimentar”, disse a secretária da Seas, Alessandra Campelo.

Com a inauguração do Prato Cheio do Alvorada, agora o Estado passa a ter 14 unidades do programa social, sendo oito na capital e seis no interior (Manacapuru, Autazes, Itacoatiara, Tefé, Barreirinha e Parintins).


O Prato Cheio no Alvorada terá um papel estratégico de apoio à saúde, pois também atenderá famílias que estão de passagem por Manaus acompanhando pacientes em tratamento na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon).

“É uma ajuda para nós porque as coisas estão muito caras. É uma ajuda para todo mundo que mora aqui porque a gente comer aqui todo dia por R$ 1 é muito bom. Faz muita diferença na minha renda”, disse Jaqueline Soares, mãe de quatro filhos. Eles almoçaram na nova unidade do Alvorada nesta quinta-feira.

O programa

Na capital, o Prato Cheio tem duas características distintas. São cinco restaurantes populares (Centro, Jorge Teixeira, Novo Israel, Compensa e Alvorada), onde a refeição é vendida a R$ 1, resultado de parceria público-privada (Governo do Estado e empresas do Polo Industrial de Manaus). O programa conta ainda com três cozinhas populares (Alfredo Nascimento, Parque São Pedro e Rio Piorini), unidades onde são servidos gratuitamente 600 litros de sopa totalmente custeados pelo Governo do Estado.


Importância

O público-alvo dos equipamentos públicos estaduais de segurança alimentar são as pessoas em situação de vulnerabilidade social. É o caso de desempregados, pessoas em situação de rua, pessoas com deficiência, e trabalhadores informais que, mesmo voltando gradativamente à ativa, perderam renda devido aos impactos da pandemia da Covid-19.

<