Governo do Amazonas assina renovação do RespirAR até o fim de 2022

9 de março de 2022

O Governo do Amazonas publicou no Diário Oficial do Estado Nº 34.693, a renovação do projeto RespirAR até o fim de 2022, com intuito de ampliar os atendimentos e alcançar mais pacientes pós-Covid-19, que buscam por tratamento especializado de fisioterapia e educação física. Em seis meses, a iniciativa governamental, coordenada pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), alcançou mais de 75 mil atendimentos.


“Essa renovação do projeto RespirAR para até o fim de 2022 é o resultado de um importante trabalho que tem sido realizado pelo governo Wilson Lima, coordenado pela Faar e a Secretaria de Estado de Saúde. Dessa forma, reafirmamos o Projeto RespirAR como política pública, que usa o esporte como estratégia de promoção da qualidade de vida das pessoas que tiveram Covid-19”, afirmou Neibe Araujo, coordenador do projeto RespirAR.


Com o RespirAR, as pessoas acometidas pela Covid-19 têm acesso à reabilitação cardiopulmonar e física, por meio de sessões de fisioterapia e prática orientada de exercícios físicos. Atualmente, o projeto conta com 78 fisioterapeutas, 23 profissionais de educação física, 29 estagiários de educação física, além de 7 técnicos de enfermagem.


O RespirAR oferece atendimento de forma gratuita em 10 unidades espalhadas por toda a capital amazonense, que incluem três Centros de Convivência, quatro Policlínicas, dois Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi), além da Vila Olímpica, unidade onde começou os serviços do projeto.


Para participar – Pessoas com sequelas pós-Covid-19 podem procurar uma unidade de saúde ou uma unidade do RespirAR para serem inseridas no Sistema Nacional de Regulação (Sisreg). Após autorização no sistema, o paciente recebe o encaminhamento para a consulta de fisioterapia, onde será avaliado para começar o tratamento adequado para o seu caso, o que inclui a quantidade de sessões de fisioterapia e atividade física orientada.


Locais – Os atendimentos são realizados nas Policlínicas Antônio Aleixo, Codajás, João dos Santos Braga e Gilberto Mestrinho. Os Centros de Atenção ao Idoso (Caimis), são: Ada Viana e o André Araújo. Além deles, os pacientes podem procurar os seguintes Centros de Convivência: Padre Pedro Vignola, do Idoso e o Magdalena Arce Daou. E a Vila Olímpica de Manaus, localizada no Dom Pedro, zona centro-oeste da capital.


Fonte: http://agenciaamazonas.am.gov.br/