Governo do Amazonas realiza reforma do centro cirúrgico da Fundação Cecon

5 de fevereiro de 2022

O centro cirúrgico da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), está sendo reformado. A obra, iniciada na segunda quinzena de janeiro de 2022, busca readequar o espaço e conta com recursos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), do Governo do Amazonas, da ordem de R$ 186.883,07.


O objetivo principal é a reforma e adequação da Central de Material e Esterilização (CME), setor destinado a fornecer materiais médico-hospitalares adequadamente processados. No local, ocorre a esterilização dos produtos de saúde utilizados na Fundação.


A enfermeira Graça Godim, gerente do Centro Cirúrgico da FCecon, destaca que as adequações vão otimizar o funcionamento do centro cirúrgico e da CME, setor primordial para a Fundação Cecon.


“É de suma importância, porque é dentro desse setor que nós fazemos toda a reparação de material, onde eles são conferidos, passam por processo de desinfecção, são preparados, esterilizados e dispensados novamente ao centro cirúrgico e aos demais setores do hospital”, detalhou Graça.


Diariamente são realizadas de 20 a 25 cirurgias de pequeno, médio e grande porte na FCecon. São nove salas cirúrgicas que atendem mais de 13 especialidades. A obra, que teve início no dia 18 de janeiro e deve ser concluída em abril deste ano, não compromete o atendimento da demanda por cirurgias.


Qualidade – A reforma traz melhorias para a CME, em relação às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para o seu pleno funcionamento, e também proporciona ganhos no fluxo de trabalho no centro cirúrgico.


“Vai trazer benefícios tanto para o centro cirúrgico quanto para a CME também, concedendo uma segurança maior aos nossos pacientes assim como beneficia nossos funcionários”, acrescentou a enfermeira.


Segurança – Conforme a engenheira da FCecon, Suene Campos de Queiroz, estão sendo modificados o layout e fluxos de material sujo e limpo dentro da CME. A reforma segue normas da Anvisa e foi aprovada na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).


Além da readequação da CME, são executadas a adaptação do estar médico do centro cirúrgico, expurgo, repouso de enfermagem, sala de guarda de peças, área administrativa e copa. As salas cirúrgicas também receberão serviços de pintura.


Fonte: http://www.amazonas.am.gov.br/