Idam participa das ações do programa Brasil Mais Cooperativo para Careiro da Várzea

11 de maio de 2022

O Governo do Estado, representado pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), participou das ações do programa Brasil Mais Cooperativo para o município de Careiro da Várzea (distante 25 quilômetros de Manaus). A cerimônia, realizada nesta semana, contou com a presença de representantes do Governo Federal e secretários municipais.


No Amazonas, a ação é coordenada por Júlio Siqueira da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) com o objetivo de impulsionar o associativismo e cooperativismo em Careiro da Várzea, e, como resultado final, melhorar a qualidade de vida dos produtores familiares.


É um trabalho que, mediante a interlocução entre produtores rurais e o poder público, busca promover o acesso mais amplo das famílias rurais às políticas públicas de fomento, como os programas Alimenta Brasil (PAB) e de Regionalização da Merenda Escolar (Preme).


De acordo com a gerente de Apoio à Organização de Produtores do Idam, Joyce Magalhães, o Instituto está apoiando as ações do projeto e defende a cooperação em nome do setor primário. “As cooperativas são a força da agricultura familiar, por isso precisamos fortalecer isso no Amazonas, para que todos os cooperados passem a ter acesso às vantagens técnicas e comerciais desse tipo de ação”, explica Joyce.


Além de Careiro da Várzea outros sete municípios vão receber as atividades do programa Brasil Mais Cooperativo, ainda neste primeiro semestre. Entre os municípios estão Iranduba, Careiro Castanho, Parintins, Borba, Manicoré, Anamã e Beruri.


Programa

As diretrizes do programa Brasil Mais Cooperativo, lançado em 2019 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, estabelecem o apoio mais efetivo às iniciativas cooperativistas no setor primário brasileiro, com assistência especializada, articulações para intercooperações, formação técnica de produtores e qualificação técnica na gestão, produção e comercialização do que é produzido.


No Amazonas, o programa é coordenado pelo Instituto de Estudos e Assessoria ao Desenvolvimento (Ceades) e foi lançado em fevereiro deste ano, contemplando contemplar associações e cooperativas de 24 municípios do interior do estado. O objetivo é fortalecer e apoiar a participação de organizações sociais no processo de comercialização da produção agropecuária para mercados institucionais e privados.


Fonte: http://agenciaamazonas.am.gov.br/