Idam promove capacitações para produtores rurais e crianças de Atalaia do Norte

12 de agosto de 2021

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) realizou, na terça (10/08) e na quarta-feira (11/08), uma série de capacitações no município de Atalaia do Norte (distante 1.138 quilômetros de Manaus). Com foco nos temas Associativismo e Gestão de Liderança; Núcleo de Orientações Previdenciárias; e Meio Ambiente e Valorização de Ações Coletivas, as capacitações contaram com a participação de mais de 40 pessoas, entre produtores rurais e crianças.


As ações foram realizadas pela Gerência de Apoio à Organização de Produtores (Georp), com as participações da unidade local do Idam em Atalaia do Norte, Associação dos Agricultores Familiares de Atalaia do Norte (Assafan) e a Associação dos Produtores Rurais e Preservadores da Comunidade de São Rafael (APRPC).


De acordo com a gerente da Georp, Joyce Magalhães, a ação contribui para fortalecer o modelo associativista, melhora as relações internas e gestão das organizações.


“As organizações são uma alternativa para a inclusão social, uma oportunidade de crescimento coletivo e local. O trabalho realizado pela Georp também ajuda no conhecimento dos produtores sobre direitos sociais e benefícios previdenciários, como a aposentadoria, por exemplo”, informou a gerente.


Os objetivos das capacitações foram a melhoria na gestão administrativa e organizacional das associações, acesso a bens e serviços norteados pela democracia, solidariedade e responsabilidade. Todos os participantes receberam certificação ao final dos cursos de capacitação.


Capacitação para crianças – Com o objetivo de sensibilização sobre a importância da esfera socioambiental e cidadania, a Geop realizou, na quarta-feira, a capacitação sobre Meio Ambiente e valorização de ações coletivas para 20 crianças em Atalaia do Norte, cujos pais e responsáveis fazem parte da APRPC.


Segundo a gerente Joyce Magalhães, a dinâmica contou com filmes educativos e todos foram certificados como Protetores do Meio Ambiente. “A ação contribui, para que de maneira lúdica, respeitando a realidade e o modo de aprendizado, o sentimento de pertença e senso de corresponsabilidade sejam despertados”, enfatizou.


Fonte: amazonas.am.gov.br