Investimentos do Governo do Am em áreas de lazer e parques urbanos transformam vida comunitária

11 de abril de 2022

Mais de R$ 300 milhões foram investidos pelo Governo do Amazonas em reformas e reestruturações de espaços urbanos, anteriormente esquecidos pelo poder público. Por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão responsável pelo planejamento e execução das obras, a realidade dos moradores foi transformada com a implementação de áreas de lazer, espaços verdes e locais de convívio social.


A valorização desses espaços segue a determinação do governador Wilson Lima de qualificar espaços públicos de convivência comunitária. Bairros como São Raimundo, Santo Antônio, Aparecida, Presidente Vargas e Cachoeirinha passaram por revitalizações e amplas mudanças na infraestrutura, tornando-se modelos.


Além disso, oito Parques Urbanos receberam reforma e foram repassados ao município. São eles: Paulo Jacob, Largo Mestre Chico, Parque Linear Beira Rio, Parque Linear da Freira, Parque Triângulo São Raimundo, Parque Kako Caminha, Praça Pública Elza Simões (antigo Parque Bittencourt) e o parque Rio Negro.


Segundo o coordenador executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais, engenheiro civil Marcellus Campêlo, a UGPE trabalha para transformar e implementar áreas para que sejam exemplos de qualidade de vida.


“Nós executamos obras para transformar a vida das pessoas. Quando o projeto atua, é para melhorar a vida das pessoas que estão em situação de risco, de alagamentos, desabamentos ou mesmo de contato com doenças e águas contaminadas. Criamos também áreas urbanizadas, principalmente os parques urbanos para utilização da população e também os parques habitacionais, onde são reassentadas as pessoas beneficiárias do programa”, declarou.


Inaugurado pelo governador Wilson Lima em junho de 2020, o complexo de obras na Bacia do São Raimundo foi uma das maiores revitalizações realizadas pelo Governo do Estado. Com um investimento de R$ 137 milhões, as zonas sul e oeste de Manaus tiveram a mobilidade urbana melhorada, obras de saneamento básico, novos parques, praças e áreas para prática esportiva.


Nascida e criada no bairro Presidente Vargas, Ivanete Matos, de 62 anos, viu de perto todas essas mudanças. Hoje, ela diz amar onde vive, e por isso cuida do bairro com muito esmero. Por conta própria, ela capina, pinta e organiza os vizinhos para deixar tudo sempre limpo e confortável para todos.


“Nosso governador Wilson Lima trouxe um benefício muito grande para nossa comunidade, né? Nós não tínhamos esse espaço aqui, tudo alagava, era tudo cheio d’água e muitas casinhas. Nós estamos há dois anos cuidando dessa orla e tentamos manter isso aqui assim do jeito que está, bonitinho. Esse espaço aqui é bom demais para a comunidade, eu amo esse local”, diz a moradora.


Durante três anos, foram também realizados serviços de pintura, drenagem, paisagismo e plantio de mudas, além de reformas de banheiros, bancos, pavimentos e readequação dos quiosques. Tatiana Brasil, 40, morou a vida toda na região do Parque Castelhana. Com uma visão privilegiada para a Bacia do São Raimundo, ela foi uma das pessoas beneficiadas pela reestruturação, e diz que o local melhorou muito.


“Eu achei bom no sentido de ter um local para as crianças brincarem. Teve melhoria no acesso de carro, alagamento e violência. Tudo isso foi algo que mudou muito aqui, melhorou muito“, afirmou.

Interior – Em Maués (a 276 quilômetros de Manaus), o Governo do Estado entregou o Programa de Saneamento Integrado (Prosai). Além de melhorias no saneamento básico, o projeto promoveu a revitalização das Lagoas do Prata e da Maresia, que ganharam novos espaços de lazer públicos, como áreas de caminhada, academia ao ar livre e quadras para a prática de esportes.


O investimento foi de US$ 35 milhões, sendo US$ 24,5