Jornalista Dora Paula assume presidência da Ajeb nesta quinta-feira

30 de março de 2022


O evento de nomeação da nova diretoria da entidade, presidida pela jornalista Dora Paula, vai reunir intelectuais no palácio da Justiça.

A atual presidente da AJEB-AM, Kátia Maria dos Santos Colares Ribeiro, entre as vices-presidentes: escritora Maria de Belém Maués e jornalista Dora Paula - que assumirá no dia 31 de março a presidência da entidade.


Manaus (AM) - A Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, Coordenadoria Amazonas (AJEB-AM), irá empossar a nova diretoria eleita para o biênio 2022-2024, nesta quinta-feira (31), em sessão solene, no Auditório do Centro Cultural Palácio da Justiça, na Avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus.


A escritora Kátia Maria dos Santos Colares Ribeiro, atual presidente, passará o cargo que ocupava desde 2018. Ela foi a primeira Presidente da entidade no Amazonas.


A associação passará a ser presidida pela jornalista Maria Auxiliadora Paula de Paiva, que assina as obras como Dora Paula. Atualmente ela ocupa a função de vice-presidente da entidade. Também é membro Fundadora e Efetiva da Academia de Educação do Brasil (Acebra), onde recebeu o título de “Imortal”, pela práxis cultural. Ocupa a cadeira número 31.


No meio literário, a jornalista é coautora dos livros: “Literatura Sentimentos e Razões”; coletânea “Rosas, Prosas e Versos”; coletânea nacional “Entrelinhas” – publicado pela AJEB nacional; “Uma Carta para Você” – publicado pela AJEB-AM; e aguarda os lançamentos (ainda no prelo) do livro “Imortais V” da Academia Brasileira de Letras (ABL) e IX antologia “As Valkyries Visitam o Brasil”, “Institut Cultive Brésil Suisse”. Escreve poesias e crônicas, normalmente inspiradas no cotidiano feminino.


Dora Paula trabalhou em diversos veículos de comunicação no Amazonas; especializou-se em Comunicação Organizacional, área em que atua há 26 anos exercendo a função de Assessora de Imprensa. É concursada da vaga de Jornalista do Tribunal de Justiça do Amazonas.


A nova presidente da AJEB-AM é detentora da "Comenda Vitória Régia" da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (Febacla); do título de "Paladino da Região Norte", concedido pelo Centro Sarmathiano de Altos Estudos Filosóficos e Históricos (CSAEFH); do "Diploma Manaus 350 Anos", da Academia de Letras do Brasil - Amazonas (ALB-AM); e do Diploma da Associação dos Escritores do Amazonas (Asseam) em “reconhecimento aos relevantes serviços prestados à cultura literária do Estado do Amazonas”.


Também é fundadora do portal Boas Notícias Amazônia (@boasnoticiasam), que tem como ideia principal (em construção) a prática do jornalismo de soluções.


Plano de Ação – De acordo com Dora Paula, junto com o cargo ela assume o compromisso de trabalhar pela valorização do pensar feminino por meio da escrita. “Em primeiro ângulo iremos focar o ambiente interno da Associação, a união cada vez mais firme e duradoura dos relacionamentos criados a partir da missão da entidade”, ressalta.


Outro aspecto destacado pela futura presidente é a importância de estimular o apreço pelas letras, tanto na condição de autor quanto de consumidor de produtos literários. “Entendo que temos a responsabilidade de nos posicionarmos como agentes de transformação e desenvolvimento cultural. E nesse sentido vamos nos aproximar cada vez mais da comunidade local. Chegar às escolas e colaborar com gestores, professores, alunos e pais, em favor do desenvolvimento do senso crítico e da liberdade intelectual de crianças e jovens”, destaca.


Nova Diretoria - Também farão parte da nova diretoria, na função de 1ª e 2ª Vice-Presidentes a escritora Eulália Bichara Rodrigues e a jornalista Paula Litaiff. A escritora Gicely Aguiar assume como secretária da entidade. Como titulares das pastas de Projetos, Eventos, Financeiro e Comunicação estarão as escritoras Neilany Amazonas, Silvia Grijó, Cecília Rodrigues e a jornalista Arthemisa Gadelha, respectivamente. A atual presidente Kátia Colares Ribeiro assumirá a diretoria de Publicação.


Atuação - A AJEB-AM promove eventos para difundir questões que concernem ao jornalismo e à literatura no Estado, bem como incentiva a prática textual por meio do lançamento de coletâneas e oficinas.


Referência Histórica - Em âmbito nacional a AJEB foi criada em 08 de abril de 1970, com o objetivo de ampliar a participação da mulher no espaço editorial e literário, e difundir o pensar feminino na sociedade.


O lema da entidade é “A perenidade do pensamento pela palavra”.