Levantamento sobre atração de investimento aponta aumento de novos negócios na Indústria no Amazonas

9 de abril de 2022

Um balanço produzido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), por meio da Secretaria Executiva de Desenvolvimento (Sedec), aponta que, no ano de 2021, houve destaque para os novos negócios no setor da indústria no Estado do Amazonas, mesmo este sendo impactado pela pandemia provocada pela Covid-19.


Em especial, alguns segmentos do Polo Industrial de Manaus (PIM) apresentaram crescimento constante, como, por exemplo: o eletroeletrônico, o termoplástico, o de duas rodas, o de bebidas, entre outros.


Na análise da Sedecti, o avanço da vacinação contra a Covid-19, que vem gerando otimismo e propiciando a retomada das atividades econômicas, contribuiu significativamente para estimular os novos projetos e atrair os investimentos para o Estado.

Outro fator, que também refletiu o bom resultado do relatório apontado pela Secretaria, foi o balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2021, que registrou melhora nos números de empregos no setor da Indústria, ao contabilizar o total de 115.115 trabalhadores formais.


Codam

Segundo dados do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), o ano de 2021 contabilizou recorde na série histórica alcançando R$ 19,9 bilhões em investimentos. Desse total, os destaques foram para a Samsung Eletrônica da Amazônia que apresentou o volume de R$ 9,4 bilhões e para a LG Eletronics do Brasil, que aplicou investimento na ordem de R$ 4,2 bilhões.


No mesmo período, o Codam analisou e aprovou o total de 216 projetos, divididos em: Implantação (78), Diversificação (103) e Atualização (35), dado que demonstra o interesse dos investidores tanto de novos investimentos quanto na consolidação das empresas já existentes no PIM.

“A última reunião do Codam de 2021 demonstrou a força de atração que o modelo Zona Franca de Manaus possui, pois representou número recorde de projetos aprovados, indicando ainda um número expressivo de projetos de implantação que só aqueles que preveem novas linhas de produção para novos produtos e representam um incremento importante no volume de produção e no valor total da produção do Estado, impactando também, na variação positiva do PIB do Amazonas”, ressaltou o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Sedecti, Renato Freitas.


Atração de investimentos e Comércio Exterior – Para atuar na prospecção de novos investimentos para o Estado do Amazonas, a Sedecti criou, em 2020, o Departamento de Atração de Investimentos e Comércio Exterior (Daice), dentro da Sedec.


O Departamento foi peça chave para a consolidação do novo ambiente de negócios criado com expertise de network internacional. Dessa forma, efetivou a vinda de pelo menos dez novas empresas para o PIM, em 2021. Foi, também, por meio das ações do Daice, com a execução das buscas ativas e direcionadas, que foi possível contactar, negociar e oferecer suporte às empresas dos mais diversos segmentos, sendo possível registrar bons resultados nos negócios vindos para o Amazonas.