Mais de 8 mil pessoas foram beneficiadas neste ano com a coleta agendada da Prefeitura de Manaus

18 de agosto de 2022

Para evitar que materiais de grande porte, como sofás, camas e geladeiras, sejam descartados irregularmente nos igarapés ou em vias públicas, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), segue com o serviço de coleta agendada de grandes objetos, que já atendeu, de janeiro a junho deste ano, 8,8 mil pessoas da capital amazonense, com aumento de 38,6%, se comparado ao ano de 2021, em que contabilizou 6,4 mil atendimentos.


O programa recolhe objetos de grande porte que serão descartados e funciona por agendamento, realizado via aplicativo de mensagens ou ligação. De acordo com o secretário da Semulsp, Altervi Moreira, o objetivo é impedir que grandes objetos sejam deixados em vias públicas ou jogados nos igarapés da cidade.


“Por meio de um agendamento, o usuário liga e em 48 horas a nossa equipe faz a retirada dos objetos que não são mais usados, como fogão, camas e sofás, que poderiam ser descartados de forma indevida nos igarapés”, aponta.


O secretário acrescentou que o programa de coleta agendada foi intensificado nos últimos dias. “A determinação do prefeito David Almeida é intensificar este serviço e diminuir o impacto ambiental que anteriormente tínhamos. E este material que é coletado é levado para associações de catadores gerando renda as suas famílias”.

Para utilizar o serviço, é necessário entrar em contato com a Semulsp, por meio do WhatsApp (92) 98415-9563 ou 98459-5618, entre 8h e 16h, durante a semana, e informar quais os objetos serão recolhidos, enviando fotos, endereço da retirada, telefone para contato e nome da pessoa que vai acompanhar a equipe.

Balanço

Os eletrodomésticos são levados para a Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos, que funciona por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Manaus e a Associação de Catadores de Recicláveis do Amazonas (Ascarman), no bairro Santa Etelvina, zona Norte.

Sofá, cama, colchão, guarda-roupa, cadeira, armário, poltrona, máquina de lavar, caixa de papelão, geladeira, televisores, mesa e fogão, foram os objetos mais recolhidos no primeiro semestre de 2022.

Dentre os bairros que mais solicitaram os serviços estão: Cidade Nova, Flores, Parque 10 de Novembro, Alvorada, Lago Azul, Compensa, Colônia Terra Nova, Tarumã, Japiim, Novo Aleixo, Planalto, Dom Pedro, Petrópolis, Coroado, São Jorge, Lírio do Vale, Redenção, Nova Cidade, Aleixo e Santa Etelvina.