Manauara promete grande trabalho no Festival de Quadrilhas Estilizadas de Urucará

26 de julho de 2022


A coreógrafa Jéssica Moça trabalha como professora da turma junina da Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras

Jéssica Moça vai assinar todas as coreografias, e terá apoio técnico de Wilson Júnior direitor do Arte Sem Fronteiras

Manaus-AM)- Os grandes festivais folclóricos do Amazonas estão retornando após dois anos de ausência devido à pandemia da Covid-19. Entre eles, o tradicional Festival de Quadrilhas Estilizadas do de Urucará (a 259 quilômetros de Manaus), marcado para acontecer de 2 a 3 de setembro, no Quadrilhódromo de Santa Luzia, no município.


A festa reúne diversos profissionais da dança, em 2022, terá presença da coreógrafa e produtora cultural, Jéssica Moça, da Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras.


Jéssica vai assinar todas as coreografias da Associação Folclórica Os compadres de São José. Ela terá o apoio técnico de Wilson Júnior, diretor-presidente do Arte Sem Fronteiras, e os auxiliares Ernan Martins (atual noivo da quadrilha) e Maurício Ritchelly (atual apresentador da quadrilha).


Ela disse que o convite veio por meio da presidente Reginella Paes. A coreógrafa espera fazer um grande trabalho no festival.


“As expectativas são grandes em virtude que os compadres de são jose são os atuais campeões do festival, mas estamos trazendo inovação para dentro do festival e vamos em busca do bicampeonato", explica.


Para a edição de 2022, a quadrilha vai trazer o tema "Para todo fim um recomeço, o são João voltou!", uma forma de retratar a alegria da volta do festival após o período pandêmico causado pela Covid-19.


O apresentador Maurício Ritchelly depositou confiança no trabalho de Jéssica e ressaltou que espera uma decisão justa no festival.


“O desejo é de um festival justo, cheio de muita festa, brilho, fogos, um verdadeiro espetáculo de arte, amor e fantasia. Uma disputa acirrada, sei que vamos dar nosso melhor, que vamos fazer uma verdadeira festa que vai encantar o público presente e os Jurados, pois eu conheço a força que a minha quadrilha tem”, conclui.