Manaus recebe voluntários de Fortaleza para programa de intercâmbio social

6 de abril de 2022

Jovens cearenses integrantes do projeto de intercâmbio permanecerão em Manaus até maio


Jovens voluntários do Ceará estão em Manaus fazendo uma experiência imersiva nas atividades da Organização da Sociedade Civil (OSC) Hermanitos, que realiza projetos para inserção no mercado de trabalho, incentivo ao empreendedorismo, cursos de português e de qualificação, ações de saúde, apoio a situações de vulnerabilidade, entre outras voltadas para melhorar a qualidade de vida de migrantes e refugiados venezuelanos.


A ação faz parte do programa “Liderança Jovem”, da Prefeitura de Fortaleza, voltado para pessoas entre 18 e 29 anos. Por meio de um processo seletivo, os jovens foram escolhidos para atuar como lideranças em projetos sociais de outras capitais do país, imersos nas iniciativas daquele território e com tutoria das instituições parceiras do programa.


Os jovens permanecerão em Manaus até maio acompanhando as ações de voluntariado e aprendendo as atividades do dia a dia do Hermanitos. O principal objetivo do intercâmbio social é que, ao retornarem para Fortaleza, os jovens possam aplicar os ensinamentos nas comunidades e instituições que atuam.


“Esse programa é muito interessante, porque nos possibilita construir pontes entre trabalhos, que de certa forma são diferentes, mas têm a mesma finalidade, que é ajudar ao próximo. Nós estamos sendo muito bem acolhidos aqui e é muito bom aprender com as atividades desenvolvidas no Hermanitos. São vários ensinamentos que, com certeza, levaremos desta experiência”, avalia um dos voluntários cearenses em Manaus, Francisco Leehaney.


Já o diretor presidente do Hermanitos, Túlio Duarte, avalia como positiva esse intercâmbio. “Os voluntários fazem parte da nossa história e o Hermanitos acredita na força do voluntariado. Temos voluntários que hoje são parceiros e outros que até fazem parte da equipe de colaboradores.


Atualmente, temos mais de 50 voluntários brasileiros, mas também venezuelanos, alguns, inclusive, que foram atendidos pela instituição e hoje estão empregados, reconstruíram suas vidas e agora buscam ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação. Estamos de portas abertas e contamos com eles em diversas áreas, com destaque para a nossa atividade do Sopão Solidário, realizada aos sábados, que serve mais de 300 copos de 500ml com sopa para pessoas em situação de vulnerabilidade.


A ação é toda organizada por voluntários (preparação e distribuição)”, comentou Duarte.


Além disso, segundo ele, os voluntários do Hermanitos ajudam na elaboração de currículos, realização de cursos e oficinas, captação de vagas, mobilização para doações, atividades artísticas e culturais, entre outras ações. “Espero que esses jovens cearenses possam aproveitar essa oportunidade do intercâmbio levando as aprendizagens e fortalecendo a atuação junto aos seus projetos”, declarou.


O Hermanitos também recebe apoio da Fundação Pan-Americana para o Desenvolvimento (PADF), por meio do Programa Integrando Horizontes e financiamento do Escritório de População, Refugiados e Migração (PRM) do Departamento de Estado dos Estados Unidos, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados ou Agência da ONU (ACNUR), o Ministério Público do Trabalho (MPT), e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), que é um dos membros da ONU.


Texto e fotos: Divulgação/Assessoria