Marinha abre processo seletivo para oficiais temporários

25 de outubro de 2022

A partir desta terça-feira (25), até o dia 8 de novembro, estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário de Oficiais temporários da Marinha do Brasil (SMV-OF). Ao todo, são 550 vagas de nível superior distribuídas por todo país nas áreas de apoio à saúde, medicina, engenharia, magistério e técnica.

Podem participar homens e mulheres com menos de 41 anos na data da incorporação. Os rendimentos iniciais são atualmente de R$ 9.070, no posto de Guarda-Marinha, com progressão ao longo dos anos. O vínculo entre os militares temporários e a Marinha pode ser renovado a cada ano. O tempo máximo de permanência na Força é de oito anos, sem possibilidade de estabilidade. Na última patente, de capitão-tenente, a remuneração é de R$ 14.706,71.

Inscrições No ato da inscrição os interessados devem acessar o site do processo seletivo, escolher o distrito naval (DN) de preferência e ler o aviso de convocação por completo. O processo seletivo para o serviço militar é regional, portanto cada distrito naval abre vagas conforme sua necessidade. A prova objetiva e demais etapas serão realizadas no distrito escolhido, o mesmo local onde o voluntário irá servir, em caso de aprovação.

Etapas A seleção é feita em sete etapas. Na primeira delas, o candidato responde uma prova objetiva com 50 questões, sendo 25 de português e 25 de formação militar-naval, de caráter eliminatório e classificatório. Para as vagas de médico, o conteúdo será dividido em 25 questões de português e 25 de conhecimentos específicos.

As fases seguintes do certame incluem verificação de dados biográficos e verificação documental, inspeção de saúde, teste de aptidão física de ingresso, prova de títulos, designação à incorporação e incorporação.

“Ainda que sejam oficiais temporários, os militares poderão progredir na carreira naval, mesmo que seja em até oito anos, período máximo do SMV. O posto inicial a ser ocupado será o de guarda-marinha, permanecendo durante os seis primeiros meses. Após isso, o militar passará a segundo-tenente e permanecerá por mais seis meses, indo a primeiro-tenente ao completar um ano de incorporação. Caso chegue ao sétimo ano, será promovido ao posto de capitão-tenente”, explicou a Marinha.


Edição: Maria Claudia

Fonte: Agência Brasil