Que maravilha!

Antes eu olhava para as habilidades alheias e pensava: “Que maravilha!!! Quisera eu ter esse dom!” O tempo passou e eu continuo exclamativa diante das tantas competências de pessoas que me rodeiam, mas percebi que as minhas, me bastam!

A experiência chegou e eu percebi que a felicidade não consiste em ter o que se quer, e sim em querer o que se tem! E passei a me achar fantástica. Hoje tenho mais do que pude imaginar no maior dos meus devaneios juvenis, quando pensava em ser jornalista âncora da Rede Globo ou casar com um apaixonado milionário europeu (lindo!) para viver o melhor que o ‘velho continente’ pode oferecer, abordo de jatinho particular e hospedagem 6 estrelas.

Não venderia, por nenhuma oferta: a paz que eu consigo ter, mesmo diante de um carro em pane, atrapalhando o trânsito, em um calor ‘superlativamente’ amazônico; O apoio incondicional do meu filho que se dispõe a buscar uma encomenda comigo pelo fato de eu precisar ir caminhando e ele não querer que eu carregue o peso da sacola, mesmo quando o objeto que está dentro não é para o usufruto dele; O incentivo do meu marido para cada projeto que me encanta, mesmo sabendo, ele, que há uma grande chance de não ir adiante.

É verdade que também coleciono exemplares de tesouros que não precisei garimpar: os melhores pais do mundo, por exemplo! Mesmo quando não consigo dar a atenção que eles merecem...

No fundo, penso que todos sentem que eu não economizo no carinho quando estou por perto... Sou capaz de perder muitas piadas para preservar o respeito dos que admiro!

Talvez você queira me perguntar: “Sua vida é sempre assim?” A resposta é rápida e direta: “Não!”. Mas eu escolho o que coleciono...

O que de melhor eu tenho, não fui capaz de comprar... Eu, simplesmente, conquistei!

Quando olho para dentro de mim e percebo as cicatrizes saradas, a tolerância expandindo e a paz ocupando meus pensamentos, no lugar da ansiedade e do orgulho, me transbordo de gratidão!

Sou perfeita?

-“Nem de longe... Mas sou feliz, porque já cansei de ter razão!”

Dora Paula

27/09/18


Posts Em Destaque